Miro no papel e atiro em tinta minhas idéias

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

CAÇA-POESIA


B

C

P

M

N

L

U

I

S

B

R

O

A

E

E

E

N

N

O

R

I

M

L

A

S

T

I

S

U

I

N

A

A

C

S

R

C

T

E

N

C

S

V

H

E

A

O

R

U

C

A

B

R

E

M

S

A

U

D

A

N

C

A

D

A

A

R

T

E

N

D

E

S

C

R

I

T

O

S

D

O

N

D

E

D

U

A

R

D

O

E

S

C

R

E

V

E

N

D

O



5 comentários:

Liliane disse...

hehehehehhe...deu vontade de escrever o que achei. mas deixa o povo achar também né.
beijo

Luis Eduardo disse...

agora vou ficar curioso, quero saber o q vc viu!!!

Liliane disse...

bom..se é com autorização, aqui está:

Brincando com as palavras
ache nesse mar
letras
único instrutor sou eu
brincando
escrevendo

abç

SE NADA DER CERTO EU VIRO POETA disse...

realmente essa é uma das suas melhores "invensões"...

Rita disse...

"Brincando nesse mar de palavras onde a arte..."

Guimarães: que a vida é etecétera.
Rit's: que esta mesma é reticências, eu demorei pra entender o sentido da chuva...
Agradeço por me transportar alegria agora, pena eu pensar que era um chapéu e não uma jibóia...(risos)